Notícias

 

Foi hoje publicado o Acórdão do Supremo Tribunal Administrativo n.º 1 de 2018, o qual, uniformiza a jurisprudência nos seguintes termos:

«As acções instauradas ao abrigo do n.º 2 do artigo 6.º da Lei n.º 49/2004, de 24.08, relativas à fiscalização de situações de procuradoria ilícita, são da competência dos tribunais administrativos».

 

O acordão pode ser lido aqui.

 

A presente informação não dispensa a leitura do acórdão publicado em Diário da República.


2013 © Filipa Roque Pinho - Advogada